quinta-feira, 22 de maio de 2008

Pequenas memórias

Quando era criança, meu time de botão era o Fluminense. Sou Palmeirense, mas, por algum motivo de que não me lembro mais, jogava sempre com os botões todos brancos do time carioca.

Criei assim um certo carinho pelo Flu, não uma torcida, mas um olhar um pouco mais generoso. Lamentei mais a forma como ele voltou para a primeira divisão, do que sua queda para a segunda e a terceira. A volta, do jeito que ocorreu, meio que me envergonhava.

Da mesma forma, torci para o meu Palmeiras voltar de forma decente, como de fato voltou.

Enfim,

O que eu vi ontem à noite no Maracanã me fez lembrar dos meus jogos de botão. Claro que iria torcer por qualquer time que enfrentasse o São Paulo, brasileiro ou estrangeiro - sou da opinião de que torcer por um time apenas por ser brasileiro é conversa para conseguir audiência -, como rivais torcem contra o Palmeiras.

Mas era o Flu, que tanto me fez passar tardes envolvido com campeonatos, nervoso com o placar adverso na mesa de botão, que me fez "jogar futebol" quando criança.

Jogos como esse renovam a esperança de que o futebol brasileiro vai, um dia, chegar ao nível de decência que os torcedores merecem. Um gol marcado aos 47 minutos é uma cena digna de Hitchcock, que levava suas tramas ao extremo da angústia.

Depois, ver Renato Gaúcho sentado no gramado, sozinho, olhando para o vazio, confesso que me emocionou. Um Renato Gaúcho de quem sempre fui fã, por ele ser da estirpe de Romário, Maradona, de pessoas autênticas, que falam o que pensam, sem fazer média.

E assim a quarta-feira se vai. Com os meus 10 botões enfileirados, mais o tablete de acrílico no gol, a desmontar mais um adversário.

5 comentários:

Ivan Grycuk disse...

Eu até que estava torcendo para o São Paulo - que, aliás, era o meu segundo time no futebol de botão. Mas não importa sou palmeirense, não sãopaulino. Agora eu sou anti-boca desde sempre- sempre fui!

Anna Flávia disse...

'Claro que iria torcer por qualquer time que enfrentasse o São Paulo, brasileiro ou estrangeiro' Eu também!

Primeira notícia que li hoje foi sobre isso. Fiquei tão feliz. Passarei o dia com o sorriso aberto.

Também gosto do Renato Gaúcho, por essas razões e por ele ser bonitão. =)

Oh, tricolor... =D

Beijo

Fc do Cesao!!! disse...

É verdade... foi um jogo bonito... emocionante mesmo... até eu que sou Flamenguista roxa... (sem trocadilhos por favor. rs). me emocionei ao ver o washington chorando abraçado ao Renato Gaúcho... sinceramente... por mais que eu tenho dezenas de amigos são paulinos... acho que o fluminense mereceu essa vitória ( e olha que é muito difícil pra uma Flamenguista assumir isso... ) agora a libertadores aperta mais ainda... e que vença o melhor..!

Lulu on the Sky® disse...

Como são paulina estou decepcionada com meu time, mas acredito q Fluminense morre na semifinal, Boca tem maior superioridade.
Big Beijos

Gabriel disse...

excelente sua crônica...excelente