quarta-feira, 4 de março de 2009

Debandada


A manchete da revista Placar desse mês, traz Ibson, meio campo do Flamengo, na capa com a chamada “Aquele Abraço”.

Ibson deve mesmo deixar o clube da Gávea no meio do ano. A questão não é só Ibson ou o Flamengo. A questão é bem maior. A debandada dos nossos jogadores no meio do ano para o futebol internacional é tão crônica que no fim do Campeonato Brasileiro o campeão não é mais o campeão. Conseguem me entender? As equipes perdem tantos jogadores e muitas vezes não conseguem se reforçar a altura que chegam ao fim desfiguradas. Logo, um time que aparentava não ser tão forte, porém estava entrosado e bem, no início do campeonato, tem seu time degolado tal como suas chances de levar o caneco. Eximo em partes as diretorias dessa culpa. Não há como lutar contra os milhões do futebol internacional. Os jogadores não jogam mais por amor e a prioridade é fazer sua independência financeira.

Quando nos adequaremos ao calendário internacional? Só perderíamos nossas estrelas, (que nem estrelas são) no fim do campeonato, idem pra contratar. Teríamos jogadores jogando dentro da nossa realidade salarial, conscientes disso e consequentemente, com mais afinco. Para mim, o Campeonato Brasileiro não retrata a realidade. O Flamengo era um dos sérios candidatos em 2008, perdeu meio time e despencou. O Inter, perdeu Fernandão. O Vasco, Jean. Botafogo ficou na novela Jorge Henrique. O São Paulo, bem, o São Paulo têm a fórmula mágica que todos os outros não descobriram ou não querem descobrir.

Fato é que para se adequar ao calendário internacional haveriam mudanças drásticas na programação da TV Brasileira assim como as suas cotas, e como a corda sempre arrebenta do lado mais fraco, o tio dono da TV Plim-Plim não quer ver sua milionária e intocável programação de fim de ano substituída por uma partida do povão.

6 comentários:

Anna Flávia disse...

É verdade, o time que chega no fim do ano não é mais o que começou o campeonato. isso é triste para todos, principalmente para nós torcedores que não temos mais ídolos...

Beijo!

M. disse...

Flamengo começou a rolar ladeira abaixo logo após a saída de Marcinho..segundo ele, a questão financeira foi decisiva.

Enquanto KL sucatear o mengo, ha ha ha ha ha...preparem o coração!!!

renatopalmeiras10@hotmail.com disse...

o flamerda da quebrado.não ganha nem mais carioca kkkkkkkkkkkkkkk

Blu Lima disse...

Fica difícil planejar com essas janelas de transferência no meio de nossas competições. Se não adequar o calendário, continuaremos a completar albúns com jogadores que nem conhecemos mais.

Já adicionei o Blog lá também.
Um abraço!

Felipe disse...

Precisa de Carioca? Demos de 5 no porco no Maraca. Não viram nem a cor da bola.

gerson disse...

e tem mais. lá por maio, qdo os estaduais chegam ao fim e começa o brasileiro os jogadores estão com a cabeça no exterior, só pensando nas propostas e no blá-blá-blá dos empresários. aí fica difícil manter o grupo concentrado no brasileiro. essa tormenta dura até agosto.