sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Futebol x Preconceito

E quando a gente pensa que ficar sem divisão já é o mais vergonhoso que pode acontecer a um clube, o Santa Cruz supera nossas expectativas.

Essa semana o clube estava testando jogadores profissionais e amadores. E entre os amadores, estava um que foi convidado pelo próprio clube para um desses testes: Sandro Siqueira.

Sandro Siqueira, apesar de ter ido bem no teste, foi barrado quando descobriram a profissão dele: gari.

“Ele falou que não tinha, para não denegrir a imagem do Santa Cruz, que tem um patrimônio muito forte, que era o diretor. Infelizmente não deu oportunidade”, lamentou. “Não tinha chance de eu treinar no Santa Cruz porque eu sou gari, atrapalharia a imagem do clube”. Palavras do Sandro.

Tentando se justificar por não ter aceito o Sandro, o superintendente Flávio Lira, disse que aceitar o ex-gari seria 'munição para as pessoas dizerem que todo mundo entra no Santa agora'.

Lamentável, não?

Por sorte, nem todos os clubes tem o pensamento de 5ª como o Santa Cruz e o Sandro Siqueira recebeu convites de três clubes de Pernambuco, incluindo o Central.

O futebol não pode perder pro preconceito nunca! Parabéns ao Central e aos outros clubes que fizeram o convite ao Sandro Siqueira!

7 comentários:

João Lucas disse...

Eu vi no NETV, Ana! E só se falou disso por aqui! Achei um absurdo essa atitude do Santa! E deu pena do cara!!! Pior de td é que ele ainda ficou desempregado. Espero que ele dê sorte. Flw! Abraços!

Uelton Gomes disse...

Lametável, preconceito com futebol é bola fora. O Sanat é um time em decadencia com pesamento decadente.

Abraõs

Michel Farias disse...

Por isso que o Santa está aonde que está, enquanto houver pensamentos como esses, a instituição estará sempre no buraco!!


Abraço!!

Gremista Fanático disse...

Talvez com situações desse tipo que se explica porque o Santa Cruz esta nesse situação, se tivessem pessoas dignas como os garis no comando do clube ele com certeza estaria bem melhor. beijos Anna.

Saudações do Gremista Fanático

Vanessa disse...

Esse tipo de clube, independente da tradição, não deve JAMAIS disputar um campeonato.
Beijos

Lulu on the Sky® disse...

Lamentável tudo isso não?
Big Beijos

Carlão Azul disse...

Realmente lamentável e totalmente equivocada a atitude desses dirigentes do Sta. Cruz. Primeiro que nenhum trabalho denigre a imagem de ninguém, quanto menos de uma entidade (no caso o clube), segundo que se o Sandro trabalhava pra sobreviver ele com certeza é um cidadão bem mais digno que se roubasse ou se envolvesse com o tráfico de drogas por exemplo.
Nota 0 pra essa diretoria ultrapassada.

Bjão A.Flávia