quarta-feira, 16 de junho de 2010

Cornetada

E a estréia do Brasil? Aposto que muita gente aqui não gostou. Normal, sempre queremos que a Seleção goleie, ainda mais um time como a Coréia do Norte para quem não tomar goleada é uma vitória. Imagina fazer gol na seleção pentacampeã mundial?

Pois é, quem VIU o jogo notou que a Coréia jogou boa parte do tempo com onze jogadores dentro da sua área de defesa, quase todos da intermediária pra trás. Quando atacava era só com dois, ou seja, o importante era não perder. Quando tomou o segundo gol foi mais pra cima, o jogo ficou mais aberto e eles acharam aquele golzinho na bobeira da defesa, o que eu acho que foi a maior falha do nosso time. Infelizmente o futebol está muito assim, defende, defende, defende e, se der, acha um golzinho.

Se defender desse jeito é tão fácil quanto falar mal, cornetar. Aliás, a corneta que mais me incomoda nem são as vuvuzelas, mas a mania que o povo tem de falar mal. Um vem no Twitter comentar o jogo e só fala de quem foi mal em campo. O outro bota o terno de comentarista pra comparar essa seleção com Pelé e Garrincha. Não, é sério isso?

Ficam inventando motivos para torcer contra, ou não torcer pelo time. Antes era porque o Dunga é chato, depois (não) veio Ronaldinho Gaúcho, aí surgiram Neymar e Ganso, Dunga inventou Grafite na última hora e já tem gente dizendo até que não tem nenhum jogador por quem dê vontade de torcer, nenhum carismático. Falta de identificação com o time eu entendo, muitos ali saíram muito cedo do Brasil, a gente nem sabe de onde vieram, mas diz então que eles não tem carisma pra todas as empresas que chamam o Robinho pra fazer comercial.

Vejo um cara na TV dizer que é mais fácil jogar contra um time na defesa do que contra um time que ataca. Realmente, tomar pressão é difícil, mas encarar um time que vem pra cima é melhor por deixar o jogo aberto, deixar espaços para o ataque.

Todo mundo sabe que o Brasil depende de um jogador para criar, por que a surpresa por não terem acontecido grandes jogadas pelo meio? Quando essa seleção estava sendo formada, que jogador surgiu que pudesse ter sido aproveitado ali?

Pois é, falar mal é muito fácil...

4 comentários:

Anna Flávia disse...

Achei um jogo fraco, mas nada que seja diferente do que a seleção já estava mostrando. O segundo tempo melhorou, Kaká apareceu...

Não quero jogo bonito, quero vitória.

Beijo

jefhcardoso disse...

Serve falar mau do jogo dos coreanos?(sorrio)
Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Murdock disse...

Mas por que precisa ser um ou outro, Anna? Esse pensamento é que tá matando o futebol.

Anna Flávia disse...

Não. Não precisa. Na verdade, se vier os dois, é perfeito!

O que frustra é jogar bonito e não ganhar...