quinta-feira, 28 de julho de 2011

Épico, histórico



Uma ode ao futebol, o verdadeiro futebol brasileiro, um jogo pra sempre. Foram algumas das expressões usadas por jornalistas e torcedores para descrever o jogo que Santos e Flamengo fizeram ontem na Vila Belmiro. Narradores e comentaristas não hesitavam em dizer que era o melhor jogo que já haviam coberto. Quem assistia o jogo não conseguia descrever o que via sem se repetir. Jogaço, jogão.

O cenário já criava expectativa. Estavam em campo 14 títulos brasileiros, três libertadores e três mundiais. O jogador esperado como o maior da próxima geração do futebol e o maior da última, duas vezes eleito o melhor do mundo. Dois jogadores que podem resolver uma partida de um lado, um meio de campo que poderia ser titular da Seleção Brasileira. Duas das camisas mais pesadas do futebol mundial, dois técnicos que somam nove títulos nacionais. De um cenário assim podia-se esperar um jogo estratégico em que os times se estudariam com poucos gols mas logo de cara não foi o que vimos.

Aos 5 minutos o Santos abriu o placar e aos 16 ampliou. O resultado não mostrava o que se via em campo pois o Flamengo mesmo jogando na casa do adversário não entrou em campo para empatar, como é comum aos times do Luxemburgo, e atacava desde o começo. Quem ataca se expõe e é de onde Muricy Ramalho se dá bem pois com Ganso, Borges e Neymar em campo o Santos ampliou com um golaço do garoto de quem mais se espera futebol arte. Estava tudo pronto para uma goleada histórica e a queda do último invicto do campeonato com menos de 30 minutos de jogo.

Mas do outro lado estava um time que não se entrega e se supera justamente contra adversários mais difíceis. Se há alguns dias o Flamengo empatou contra o Ceará jogando no Rio de Janeiro, ontem o time rubro-negro foi à luta de maneira incansável. Aos 28 e 31 o placar foi para 3x2, o jogo estava aberto e então Neymar entra na área e sofre pênalti. A cobrança foi feita por Elano, há mais de uma semana perseguido pela cobrança perdida na Copa América. Ele tentou no meio, com cavadinha, mas Felipe defendeu com facilidade e fez embaixadinhas. Aos 43 do primeiro tempo o empate veio num gol de Deivid que preferiu não comemorar em respeito ao seu antigo clube.

Em 45 minutos foram 6 gols, um time arrancando o empate ao estar perdendo por 3x0, um gol antológico e um pênalti perdido. Já era o melhor jogo de todo o campeonato e ainda haviam 45 minutos a serem disputados.

Novamente o Santos sai na frente com mais um gol de Neymar e novamente o Flamengo não desiste. O jogo continuava aberto, qualquer coisa poderia acontecer e as jogadas de Neymar e Ronaldinho Gaúcho davam mais brilho à partida. O camisa 10 rubro-negro fez sua melhor partida pelo clube carioca e marcou aos 22 em uma cobrança por baixo da barreira que surpreendeu a todos. Aos 36 o talento mais desperdiçado nos últimos anos virou o jogo. Santos 4x5 Flamengo e até o final o fôlego de quem assistia o jogo ficou em suspenso.

Poderão dizer que foi uma pelada, com tantos gols, que isso é placar de futebol de salão. Pena dos que pensam assim. Esse foi um daqueles jogos que mostram porque o futebol é um esporte tão amado, qual a verdadeira graça desse esporte bretão. Não se pode dizer qual o melhor time e nem sempre o melhor vence. Foi um jogo em que se buscou fazer mais gols do que sofrer, coisa diferente do que se tem visto, sofrer menos do que fazer. Dois craques em campo e outros jogadores capazes de mudar o rumo de uma partida. Uma verdadeira homenagem ao futebol. Sorte de quem assistiu, obrigado a Santos e Flamengo por isso.

(Foto: O Globo)

7 comentários:

Pris disse...

Então... sabia que esse post seria seu! rs...
Lindo jogo, linda vitória...
Parabéns ao Clube de Regatas Flamengo...

Bia disse...

Gente, esse jogo foi sensacional! Pirei! Aquele gol do Ronaldinho então, puta que pariu, ó.
Parabéns!

Anna Flávia disse...

O jogo eu perdi, vi os melhores momentos só hoje e realmente pelo que vi foi um jogão!

O melhor jogo do campeonato! Lindas jogadas, golaços, craques dos dois lados!

E sou corinthiana, mas é impossível não torcer pelo Ronaldinho e não ficar feliz pelo que ele fez ontem. E me rendo, o Neymar e jogou bonito demais ontem.

Beijo

Vanessa disse...

Sou anti-flamengo e anti-Muricy, mas assumo que ontem eu vi um verdadeiro jogaço!
Quem ganhasse o jogo, seria merecedor! Foi espetacular! Parabéns aos dois times por nos proporcionar isto!

Morena disse...

Quando eu li o comentário da Pri tive que ver quem tinha escrito. E com certeza, vc ARASSOUUUU! Fiquei emocionada de novo aqui lendo!!!!
Jogão, que deu Mengão felizmente!!!
Beijos saltitantes
Boa semana

Lulu on the sky disse...

Ontem foi um jogão mesmo. Aqui em SP passou Coritiba x SP, mas pude ver os gols. Agora imagina emoção para quem estava no estádio assistindo?
Big Beijos

Murdock disse...

Eu fico emocionado só em lembrar que meu time participou deste jogo. Foi tão impressionante que quase não se falou dos outros jogos da rodada.