sábado, 4 de fevereiro de 2012

Ronaldinho Gaúcho 1 x 0 Luxemburgo

A queda de braço acabou, vitória para o camisa 10 Ronaldinho Gaúcho após semanas turbulentas com o técnico do Flamengo Vanderlei Luxemburgo.
A gota d´agua aconteceu a algumas semanas atrás quando o treinador-empresário foi até o quarto do atacante flamenguista na pré-temporada em Londrina e ouviu vozes que tinha uma mulher acompanhada com o mesmo e não gostou dessa atitude e soltou o verbo na imprensa nacional, denigrindo a imagem do R10.
Primeiramente, Vanderlei Luxemburgo já vinha se passando a um bom tempo dando opiniões para diretor financeiro do clube, imagine se isso fosse o contrário e o responsável pelas contas do clube pedisse para o técnico escalar tal jogador que estava rendendo mais dentro de campo? Nem pensar...

R10 fica, Luxa sai...
Outro fato que ocorreu nessa quinta-feira foi com a presidente do clube, que declarou a alguns dias que para o Luxemburgo se manter no cargo dependia de resultado. Primeiro, o resultado veio e o objetivo foi alcançado que era a vaga na Taça Libertadores da América desse ano, mas mesmo assim a presidente não considerou sua própria palavra e demitiu-o nessa quinta-feira em um clima muito tenso dentro do clube.
A briga acabou parcialmente entre o atacante e o treinador-empresário, confira algumas diferenças entre ambos:
Ronaldinho Gaúcho faz gol, o Luxemburgo não!
Ronaldinho Gaúcho atrai investidores pro clube, o Luxemburgo não!
Ronaldinho Gaúcho apenas treina e joga que é sua obrigação, o Luxemburgo não!
Após a classificação na Pré-Libertadores o atacante flamenguista mandou um recado e disse que só voltaria a treinar quando o treinador fosse demitido e foi para a praia da Barra da Tijuca nessa quinta-feira curtir o sol e não compareceu ao treino. Isso deixa muito claro de que quem derrubou Vanderlei Luxemburgo foi o camisa 10 da equipe que há poucos meses eram respeitados um pelo outro.
Pra finalizar outra declaração infeliz da presidente do clube foi a respeito do novo técnico, diz que não acertou verbalmente com ninguém, nem com Joel Santana. Mas coincidentemente Joel Santana pediu demissão nessa quinta-feira da equipe do Bahia sem motivo algum, lembrando que não teria motivos para que Santana deixasse a equipe baiana pois assumiu e pegou a equipe na zona de rebaixamento no ano passado e conseguiu erguer até a vaga da Sul-Americana e no campeonato estadual desse ano venceu as três partidas que disputou. Será que não vem para o Flamengo? O tempo irá responder essa pergunta e fazer o julgamento da presidente rubro-negra.

Um comentário:

Vanessa disse...

Resumindo, como sempre: Pra quê o Flamengo tem uma administração? Basta mandar todo mundo embora e deixa só os jogadores mandando, simples assim...