quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Aniversário do São Paulo Futebol Clube

Hoje é um dia especial para o São Paulo Futebol Clube. Comemora-se 74 anos.

O processo que levou ao nascimento do São Paulo Futebol Clube em 1935 fora iniciado mesmo antes do decreto oficial de extinção do clube da Floresta. Em 25 de março de 1935 surgia o Independente E.C., time criado pelos próprios jogadores do São Paulo de então, descontentes com as negociações de fusão com o C.R. Tietê. Tal entidade contou com apoio inicial até mesmo de Arthur Friedenreich. Todavia, não se perpetuou.

Seguindo o Independente, veio o C.A. Estudantes de São Paulo, em maio daquele ano. Este, posteriormente (1938), voltaria ao seio tricolor quando da fusão do São Paulo F.C. com o C.A. Estudantes Paulista.

Mesmo com total dispersão de seus integrantes - sejam sócios, dirigentes ou jogadores -, o ideal, entretanto, não morreu nos corações daqueles que consagravam um amor eterno ao clube que morrera na Floresta.

Formou-se então mais tarde, um núcleo de torcedores convictos em sustentar o fogo sagrado daqueles ideais, mesmo que suas metas só fossem alcançadas em um tempo longínquo. Assim, os são-paulinos começaram a se reunir no escritório comercial da família Mecca, à rua João Bricola, 9º andar.

Para melhor cuidar dos interesses do grupo, decidiu-se então refundar o Grêmio São-Paulino, associação que prepararia os detalhes acerca do renascimento do São Paulo F.C. Estavam a frente desta empreitada o próprio Mecca, Porfírio da Paz, Frederico Menzen, Cid Matos Viana, os Irmãos Toledo, Monsenhor Francisco Bastos, Granvile, João Fernandes, João Iaia, Prof. Barros, Maestre, Tomaz Mauri, Eolo Campos, Sprovieri, Alcides Borges, Pereira Carneiro, Narvaes, Reis Neves, Jaime Roso, Edson Fonseca e muitos outros.

Tudo combinado, acertos finais terminados, chegou então o grande dia: 16 de dezembro de 1995. Segue abaixo relato da Revista Arakan, de 1942, sobre abençoado dia:

Às 20 horas, no escritório do Dr. Silva Freira, situado à Rua Onze de Agosto, 9-A., reuniu-se o grupo heróico da fundação para, debaixo da descrença de alguns, indiferença de outros, mas confiantes em Deus e com os corações cheios de amor ao Ideal Supremo, reerguer o "Clube da Fé", o São Paulo F.C.! Marcada para às 20 horas daquele dia, já às 19, mesmo antes de se abrir o escritório, havia um grande número de "sampaulinos" à espera da hora feliz, do início da sessão. À testa desse grupo, palestravam cheios de animação Tenente Porfírio, Jaime Roso, Ribeiro, Valdemar, Éolo Campos, Alcides Borges, Sprovieri, Narvaes, Gumercindo, Menzen, Edson Fonseca, Ribeiro, Granville, faltando Mecca por causa da lamentável morte de um seu filhinho, ocorrida dia antes.

Às 20 horas, começou, debaixo da mais intensa emoção e de um indescritível entusiasmo, a magna sessão que foi aberta pelo Tenente Porfírio da Paz, cujo discurso de abertura fez vibrar a assembléia. Terminadas as suas palavras, pediu Tenente Porfírio à assembléia que indicasse um dos presentes para presidir os trabalhos, e, por aclamação foi o próprio Tenente escolhido para presidir a sessão. As palavras de agradecimento daquele militar, pela sua escolha, fizeram encher de lágrimas os olhos dos "sampaulinos", bem como deixaram a certeza de que o Futuro do clube estava assegurado pela Fé inquebrantável que nunca deixou de sustentar os destinos do São Paulo F.C.

Ainda debaixo da maior animação, foi proposto o estudo e aprovação dos estatutos, trabalho esse que durou mais de duas horas. Aprovados que foram os mesmos, deu-se início então à eleição da primeira Diretoria que ficou assim constituída:

Presidente, Manoel Carmo Mecca;

1º Vice-Presidente, Alcides Borges;

2º Vice-Presidente, Pereira Carneiro;

1º Secretário, Éolo Campos;

2º Secretário, Paula Lima;

1º Tesoureiro, Arruda Nascimento;

2º Tesoureiro, Isidoro Marcos;

Diretor Geral de Esportes: Tenente Porfírio da Paz.

Cerca das 24 horas, terminou a sessão debaixo de vivas ao Clube, a São Paulo e ao Brasil, e em seguida uma comissão dirigiu-se às estações de Rádio e aos jornais a fim de lhes dar a boa nova.

Terminou assim, entusiasta por um futuro promissor, aquele dia onde fora fundado, re-criado, o São Paulo F.C. Seus idealizadores sabiam que enfrentariam muitas agruras, mas que pela Fé e pelo trabalho árduo superariam todas as tormentas e o sonho, enfim, se tornaria realidade.
(Fonte: São Paulo Futebol Clube)


Titulos Internacionais:
  • Libertadores da América: 1992-1993-2005
  • Mundial Interclubes:1992-1993-2005
  • Recopa Sul Americana:1993-1994
  • Supercopa da Libertadores: 1993
  • Copa Conmebol:1994
  • Supercopa da Conmebol(MT):1996

Titulos Nacionais:
  • Campeonato Brasileiro:1977-1986-1991-2006-2007-2008
  • Torneio Rio- São Paulo:2001

Titulos Estaduais:
  • Campeonato Paulista:
    Década de 30:1931,
    Década de 40:1943,1945,1946,1948,1949
    Década de 50:1953,1957,
    Década de 70:1970,1971,1975
    Década de 80:1980,1981,1985,1987,1989
    Década de 90:1991,1992,1998
    Década 00:2000,2002,2005

Torneios Exterior:
- Pequena Taça do Mundo (VEN): 55
- Troféu Jarrito (MEX): 55
- Quadrangular de Cali (COL): 60
- Pentagonal de Guadalajara (MEX): 60
- Pequena Taça do Mundo (VEN): 63
- Torneio de Firenze (ITA): 64
- Troféu Colombino (ESP): 69
- Torneio de Verão de Tampa (EUA): 82
- Quadrangular de Guadalajara (MEX): 89
- Quadrangular de Leon (MEX): 90
- Torneio da Amizade (CHI): 90
- Cidade de Barcelona (ESP): 91
- Ramón de Carranza (ESP): 92
- Teresa Herrera (ESP): 92
- Cidade de Barcelona (ESP): 92

Torneios no Brasil:

Torneio Nunes Freire (MA): 76
- II Copa São Paulo: 76
- Taça Governador do Estado (SP): 80
- Torneio Luis Henrique Rosas (SC): 85
- Taça Eduardo José Farah (SP): 88
- Torneio Rei Dadá (MG): 95
- Copa dos Clubes Brasileiros Campeões Mundiais (MT/DF): 95/96
- 3ª Euro América Cup (SP): 99
- 1ª Copa Constantino Cury (SP): 2000
- Cidade de Santiago (CHI): 93

Outras Conquistas:

- Torneio Início Paulista: 32
- Torneio Início Paulista: 40
- Torneio Início Paulista: 45
- Taça dos Invictos 46: 23 jogos
- Taça dos Invictos 72: 15 jogos
- Taça dos Invictos 75: 39 jogos
- Troféu Fair Play: 95
- Troféu Fair Play: 98
- Copa São Paulo de Juniores: 93
- Copa São Paulo de Juniores: 2000
- Taça dos Invictos 2005: 13 jogos
- Santiago de Compostela (ESP): 93
- Troféu Jalisco (MEX): 93
- Cidade de Los Angeles (EUA): 93
- Los Angeles Soccer Cup (EUA): 99
- Quadrangular de Pachuca (MEX): 99
(Fonte: São Paulo Futebol Clube /Foto: Terceiraom3)

5 comentários:

Murdock disse...

Parabéns ao SPFC. Muitas conquistas para um time relativamente jovem no futebol brasileiro.

Ivan Grycuk disse...

Não é mole, não ein... quem diria que tanta coisa viria depois daquela reunião!!!

Parabéns ao SPFC e aos "sampaulinos"!!!

74 anos de vida e tantos títulos!!

Lucas palmeirense da oposição disse...

oi! quer trocar de link cmg? espero sua resposta la no meu blog

Anna Flávia disse...

Parabéns, né? Um time até jovem, mas super campeão. ;)

Lulu on the Sky® disse...

Esse é meu lindo time.. :D