quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Eu já sabia

Como costumam dizer, eu cantei essa pedra antes. Flamengo, Vasco, Fluminense, Botafogo, Corinthians estão deixando o Clube dos 13 e esse número pode aumentar. Ricardo Teixeira manobrou bem, os presidentes dos clubes fizeram o que ele esperava e a liga criada em 1987 dá seus últimos suspiros. O que isso representa?

Você pode ver em vários sites e blogs de jornalistas opiniões sobre o assunto, muitas certamente mais bem fundamentadas do que a minha, mas aí vai ela.

Primeiro, pra fazer diferente de todos: alguém acha mesmo que Patrícia Amorim e Juvenal Juvêncio foram manobrados por Ricardo Teixeira? Imaginam que fizeram tudo inocentemente, achando que estavam fazendo o melhor pros seus clubes sem pensar nas consequências? Estavam apenas buscando o que fosse melhor para si mesmos ou para seu clube, não importando o que os outros integrantes do Clube dos 13 pensava. Sinceramente, eu até tiro a Patrícia da história, sabe por que?

Porque durante 23 anos os outros integrantes do Clube se calaram diante da injustiça feita ao Flamengo em 1987. TODOS os clubes lá criaram um campeonato e assinaram um compromisso de não disputar o quadrangular mas todos os outros hoje lavam as mãos, chegam a dizer que o Flamengo não quis disputar, que teve medo e outras besteiras do tipo. Esquecem que o Internacional também não disputou o quadrangular da CBF e se outro time tivesse chegado à final também não o faria. Durante esse tempo todo o Flamengo lutou sozinho pelo que ganhou em campo e agora seria difícil pensar que o clube pensaria nos outros na hora de ter seu título reconhecido. Queriam o que, que a Patrícia Amorim dissesse "agora não quero mais"?

Do lado do São Paulo o Juvenal Juvêncio, curiosamente um dos presidentes que estavam lá em 1987 tentou ganhar pontos para se reeleger no clube pegando a taça de bolinhas mesmo com liminar proibindo isso. Agora pode ter que passar vergonha e entregá-la ao Flamengo, devolvê-la ou à CEF. Um belo tiro pela culatra, merecido pois ele foi o mais sujo de toda a história por cuspir no que assinou.

Até o presidente do Sport ignora que o clube aceitou dividir o título de 1987 com o Flamengo quando entrou para o Clube dos 13.

Como eu falei, desde que eu leve vantagem está bom, retrato do Brasil que conhecemos fora das quatro linhas.

Agora existirá uma briga na decisão das cotas de TV para transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro nos próximos anos. Se tivermos dois grupos negociando, o cruzamento de um time de cada lado pode não ser transmitido de maneira nenhuma. Pra completar, o grupo dissidente chega a falar em voltar com o mata-mata. Vão criar outro campeonato? Já vi esse filme antes...

2 comentários:

Anna Flávia disse...

Dinheiro movimenta o futebol e ainda acabará com ele...

Í.ta** disse...

ou seja, meu caro, a zona continua, não tem jeito. concordo muito contigo, é preciso pensar 1987 colocando outros times no lugar de fla e inter. a bagunça seria a mesma. e o buraco é muito mais embaixo. cada um pelo seu próprio nariz. nós, torcedores, à mercê de tudo.

abraços.