segunda-feira, 19 de maio de 2008

O jogo do ano

Quarta-feira, tem final da Liga dos Campeões da Europa. Manchester United e Chelsea jogam em Moscou. É o jogo do ano para o futebol europeu.

Fico me perguntando quando teremos uma Libertadores com o mesmo nível de organização do similar europeu? Final realizada num país sorteado no início da competição, exigências para o estádio de nível de Copa do Mundo, centenas de jornalistas cobrindo, TVs do mundo inteiro transmitindo...

E mais, final disputada em um jogo. Todas as fases anteriores, de grupos e eliminatórias, são jogadas em ida e volta. A decisão é somente em uma partida. Será que os co-irmãos concordariam com esse sistema? E dariam respaldo? E a Conmebol agiria como a Uefa?

Para terminar. Minha torcida é pelo Manchester.

6 comentários:

5.16 disse...

A Champions é mágica.
Seria maginífico a Libertadores conseguir tal nível de organização.
Contudo, acho impossível.
A Champions conta com os times mais ricos do mundo, no continente mais rico do mundo.
Porém, a Libertadores, talvez por todos os reveses, também tem sua parcela de magia. A luta, a entrega e a raça Sul-Americana são unicas.

Anna Flávia disse...

Minha torcida também é pro Manchester.

Gabriel disse...

não de jeito nenhum manda a tradição histórica da Libertadores que o jogo final é ida e volta...devemos copiar os bons exemplos europeus, mas acabar com a tradição das finais da Libertadores já não concordo de maneira nenhuma , absolutamente não.
Minha torcida é pra o Manchester UTD principalmente por que o Chelsea FC conta com investimentos de origem duvidosas..muito duvidosas.

Ivan Grycuk disse...

Desde 1999 eu sou anti-Manchester d carteirinha! Então sou Chelsea! E se a fosse torcida for pela "origem duvidosa" dos investimentos o Corinthians ia ficar sem torcedor nesses últimos anos.

Também acho que a final da Libertadores deve continuar do jeito que é, até porque, imagina uma final na Bolívia "Internacional x Grêmio" por exemplo. Ou no méxico mesmo... ou no Bombonera. Ou até mesmo que tenha um Boca no meio. Muitos torcedores vão... mas e os vistos, os preços de passagem e tudo o mais? Na Europa, além de as fronteiras serem abertas você pega um trenzinho e tá do outro lado. Na América do Sul não rola uma coisa como essas, pelo menos por enquanto.

Murdock disse...

Acho mais justo final em dois jogos, um na casa de cada time. Até a final do mundial podia ser assim, como era quando o Santos foi bicampeão. Aliás, quando o Flamengo ganhou em 1981, a Libertadores previa um terceiro jogo em campo neutro, que foi disputado no Uruguai naquele ano (o adversário era o chileno Cobreloa).

Fc do Cesao!!! disse...

Esse jogo eu não perco por nada nesse mundo... e também vou torcer pelo Manchester!