terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Octacampeão




Muita gente se surpreendeu com o anúncio da CBF ao reconhecer os títulos pré-Campeonato Brasileiro que tornaram Palmeiras e Santos Octacampeões, mas não o leitor do Amadores FC. Isso porque, ano passado eu já tinha falado sobre os títulos nacionais de cada time. Na ocasião foram incluídos também os da Copa do Brasil. O que tem gerado controvérsia são as formas de disputas da Taça Brasil e do Roberto Gomes Pedrosa, o Robertão.

A Taça Brasil era o único campeonato nacional disputado na época e deu vaga para Santos de Pelé disputar e vencer duas Copas Libertadores. Não há como questionar estes como títulos nacionais mas eles equivalem ao Brasileirão? Eu diria que não pois sua forma de disputa é mais equivalente à Copa do Brasil, tanto que por dois anos (1967 e 1968) ela foi disputada concomitantemente ao Robertão o que deu dois títulos ao Palmeiras no mesmo ano, 1967.

E o Roberto Gomes Pedrosa, equivale ao Campeonato Brasileiro? Esse ponto é mais controverso pois alguns defendem que sim e outros que não pois era apenas um campeonato interestadual. E qual a diferença? Ele era apenas o Torneio Rio-São Paulo com alguns convidados de Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Em seguida foram incluídos times da Bahia, Pernambuco e Paraná. Ou seja, por não permitir que clubes de qualquer estado do Brasil participassem, diz-se que o Robertão não pode ser chamado de Campeonato Brasileiro. É bom ressaltar que atualmente o Brasileiro é um campeonato disputado em quatro divisões que possui time de todos os estados, se nem todos estão representados na Primeira Divisão é consequência do futebol, não de convites. No entanto, o Robertão não deixava de ser um campeonato nacional que enviou representantes à Copa Libertadores, assim como a Copa dos Campeões, disputado entre 2000 e 2002 embora esta contasse com representantes de todas as regiões do Brasil classificados em torneios regionais.

Nessa zona característica do futebol brasileiro podemos citar a Copa João Havelange de 2000, vencida pelo Vasco e a mais controversa de todas, a Copa União de 1987, vencida pelo Flamengo. A primeira também contou com times convidados, tanto que desde então o Fluminense disputa a Primeira Divisão e o São Caetano chegou à sua final sendo rebaixado anos depois. A segunda também teve times convidados, na verdade, os fundadores da Copa. No entanto, por brigas entre Clube dos 13 e a CBF, o Flamengo não é reconhecido como o campeão brasileiro daquele ano pela entidade, ao contrário do Vasco, campeão de 2000. Eu já expliquei em outro post o que acho desse campeonato, não por ser rubro-negro.

Enfim, agora palmeirenses e santistas podem tirar onda com os outros clubes, em especial com o tricolor paulista que até então ostentava o posto de um dos maiores campeões brasileiros.

2 comentários:

Anna Flávia disse...

Eu continuo achando meio louco isso.

Í.ta** disse...

eu também acho louco. acho que pode abrir precedentes como os clubes que ganharam a copa do brasil pedirem tal reconhecimento de campeões nacionais, já que a taça de prata ser reconhecida como campeonato brasileiro é aberração das boas.

bom, mas se tratando de cbf, eu me admiro de quem ainda a leve a sério...

isso só vai servir para os torcedores tirarem onda e discutirem e blábláblá.

abraços!